terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

A antiga Igreja da Tristeza em Porto Alegre (RS)

Ao copiar cite fonte: memoriadrops.blogspot.com
O primeiro templo católico da Tristeza teria sido edificado no "morro dos bugres", onde mais tarde foi loteada a vila Conceição. Com a necessidade de sua ampliação, a comunidade, formada majoritariamente por imigrantes italianos, conseguiu a doação de um outro terreno e iniciou a empreitada de sua igreja, com projeto do Arquiteto Calixto Gandolffi.
Ao copiar cite fonte: memoriadrops.blogspot.com
A pedra fundamental foi lançada em 1896, e a construção foi árdua, entre dificuldades financeiras e adversidades do terreno pedregoso e de grande aclive. Em meados de 1900 a fachada da igreja foi parcialmente recomposta pelo Arq. Gandolffi, reformulando a parte do frontão que encontrava-se com problemas estruturais. Já em 1910, acrescentaram-se na fachada as esculturas de Jesus Cristo ladeado por duas crianças, São Luiz e Santa Inês, todas de autoria do escultor de origem alemã Germano Drexler.
Ao copiar cite fonte: memoriadrops.blogspot.com
As estátuas foram relacionadas como patrimônio histórico pelo município de Porto Alegre em 1971, na lista de elementos isolados. Em 1974 a proteção foi ampliada a toda igreja, e em 1977 foram novamente limitadas as esculturas. Atualmente a igreja e sua casa paroquiais são bens inventariados como patrimônio cultural pelo município de Porto Alegre.

Fontes:

PASTOUS, Lisia Saint. Os imigrantes italianos e a construção da primeira igreja da Tristeza.
MEIRA, Ana Lúcia. O Passado no Futuro da Cidade. Porto Alegre: Editora UFRGS, 2004.
Acervo da Paróquia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário